terça-feira, 29 de setembro de 2009

26/09/2009 - Não Tem Barco Mas Tem Vento!

Fiquei pensando no título dessa postagem, um pouco desvinculada do contexto geral do blog, então achei essa: “não tem barco mas tem vento”. Acho que representa bem o nosso passeio nesse dia.

No último 26/09 fomos gentilmente convidados pelo nosso amigo Felipe Ostermayer, gerente de operações da Ventos do Sul, empresa responsável e operadora dos Parques Eólicos de Osório, para conhecer o empreendimento.

A chegada no parque
video


Nada mais apropriado para um banco de velejadores, acostumados a depender do vento para o seu divertimento e lazer. Estiveram na visita, além deste modesto escriba, nossos tripulantes de várias navegadas, o Wally, Sergio “Capucha” Zaffari, Barba Ruiva, André Freitas e o Cássio Ostermayer, além de outros amigos de outros pagos.

A turma dos "eletrocuriosos"

Aqui o negócio é mais sério do que velejar, trata-se do maior e mais moderno complexo de energia eólica da América Latina, uma referência quando se fala em energia renovável e preservação ambiental.

O moderno escritório do complexo

O Felipe nos brindou com uma excelente apresentação, super detalhada para aquela audiência lotada de “especialistas”. Só faltou subir nas torres, mas os caras têm um compromisso de aproveitar o máximo possível do vento disponível, então seria inviável desligar algum dos geradores só para os bacanas verem a vista lá de cima. Isso sem falar na vertigem...

O empreendimento tem 75 torres com 100m de altura e com um diâmetro de hélice de 70m, com potência instalada de 150 MW e produção estimada de 425 GW/ano. Eu leigo não sei muito o que é isso, mas parece que é o suficiente atender toda a demanda das cidades do litoral norte do RS fora da alta temporada de verão (amigos especialistas, me corrijam!!).

Após a visita no escritório, estivemos na base de uma das torres e no centro institucional, terminando a visita com um agradável almoço no alto do morro da Borússia, com uma espetacular vista dos Parques Eólicos e das praias e lagoas da região.
Olhem só a delicadeza da base da torre...
...e o centro institucional

Fica o agradecimento ao tempo e disposição do Felipe para saciar a curiosidade dos seus amigos palpiteiros. É gratificante ver o entusiasmo do nosso amigo ao falar sobre o projeto.
Elocubrações elétricas...
video

Nenhum comentário:

Postar um comentário